|

OSBM / Nos detalhes, Daniel Guedes e a pianista Patricia Glatzl

| Orquestra de Barra Mansa abre série Domingo a R$ 1 do Municipal do Rio

21/04/2017 - Por Equipe Tutti

Com regência de Daniel Guedes, grupo associado a projeto de educação musical traz um repertório de peso, com Tchaikovsky e Mahler. A pianista Patricia Glatzl será a solista convidada

 

A Orquestra Sinfônica de Barra Mansa está de volta ao Theatro Municipal do Rio de Janeiro nesse domingo (23), às 11h30, quando a casa retoma também sua série Domingo a R$ 1. O programa traz duas peças peso-pesado do repertório sinfônico: o Concerto para Piano e Orquestra no. 2 de Tchaikovsky e a 5ª Sinfonia de Mahler. Como solista, a jovem Patrícia Glatzl; na regência, Daniel Guedes, que desde o inicio de 2017 está atuando como maestro associado da Orquestra, ligada ao projeto Música nas Escolas de Barra Mansa.

– Estou como braço direito do Vantoil de Souza, criador, diretor artístico e principal regente no projeto – diz Daniel, que já conhecia o trabalho como professor de violino. – A orquestra está muito empolgada por tocar no Municipal mais uma vez. São duas obras difíceis, desafiadoras.

O projeto social, artístico e educacional começou em 2003 e é um case de sucesso no setor. Hoje, 100% das crianças do Município estão cobertas pelo projeto [reportagem sobre o inicio da temporada 2017 aqui]. A orquestra foi criada em 2005 e, desde então, vem se apresentando em palcos importantes pelo Brasil e participando de festivais.

– O projeto social, formador, é emocionante ver na orquestra jovens que começaram a tocar por causa do projeto – acrescenta Daniel. – Eu já fui professor aqui e continuo dando aula quando posso.

Daniel, que vem cumprindo agenda de concertos – acaba de chegar da Paraíba, onde tocou e regeu um programa inteiro de Beethoven – tem programação ao lado de Simone Leitão na Academia Jovem Concertante e recitais fora do Brasil em junho. Ele considera o grupo sinfônico de “um potencial incrível, pronto para ocupar um lugar cada vez maior na cena musical brasileira”.

– Pensamos em trazer um curso de regência também, um dia. Há muitos planos, sempre.

 

Domingo a R$1 de volta ao TMRJ
23 de abril, 11h30, com a Orquestra Sinfônica de Barra Mansa.

Programa:
5ª Sinfonia, de Mahler
Concerto nº 2 para Piano, de Rachmaninoff  – solo Patricia Glatzl
Daniel Guedes, regência

A Orquestra – Para 2017 estão previstos, além dos concertos da temporada oficial, uma nova série de concertos no Instituto Cultural do Clube Municipal de Barra Mans, concertos na Sala Cecília Meireles, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro e no Festival de Inverno de Nova Friburgo. A OSBM é mantida pela Prefeitura Municipal de Barra Mansa, numa ação conjunta da Secretaria Municipal de Educação e da Fundação de Cultura. A gestão administrativa é feita pela Associação da Orquestra Sinfônica de Barra Mansa. Além disso, é patrocinada pelo Instituto CCR e CCR NovaDutra, por meio da Lei de Incentivo à Cultura – Lei Rouanet, do Ministério da Cultura. A orquestra também recebe o apoio da Saint Gobain.