|

Os músicos da Johann Sebastian Rio no dia da gravação / Foto: Divulgação

| Shostakovitch em versão rock metal

10/11/2016 - Por Luciana Medeiros

A orquestra Johann Sebastian Rio acaba de lançar em vídeo uma versão do Quarteto no. 8 do russo para instrumentos amplificados, com som distorcido e jeitão da turma metaleira.

 

O compositor russo Dmitri Shostakovich viveu entre 1906 e 1975 e fez parte, ou acompanhou, os movimentos que sacudiram a música clássica. E da vida política do século XX pelo lado de dentro da Cortina de Ferro: personagem ativo da Revolução Russa de 1917, foi afastado por Stalin, acabou sendo reabilitado e ingressou no Partido Comunista, voltando a criticar a União Soviética.

O Quarteto n. 8 de Shostakovitch foi composto em três dias apenas, quando o músico ingressou oficialmente no Partido – dizem que havia sido chantageado e essa criação era a sua resposta. A peça tem cores intensas e sombrias, os contrapontos tensos, lamúrias. É forte.

Pois o grupo carioca Johann Sebastian Rio escolheu justamente essa peça para fazer um cruzamento do clássico com o metal – subgênero do rock’n roll que surgiu no final da década de 1960, com sons graves, distorções, drama e teatralidade. A ideia foi do violinista Marco Catto e a performance tem até um discreto headbanging – aquela balançada violenta de cabeça que caracteriza o pessoal do heavy metal. Issa!

O vídeo do grupo – que reuniu seis músicos da orquestra usando instrumentos elétricos e pedais de distorção – vai aqui, assim como uma versão clássica do Quarteto Borodin.

Ficha técnica:
Fábio Peixoto (violino e bateria), Lula Washington (guitarra), Marco Catto (viola), Mateus Ceccato (violoncelo), Rodrigo Favaro (contrabaixo) e Thiago Teixeira (violino).
diretor de vídeo: Bruno Vouzella.
Supervisão geral do vídeo: maestro, violinista e diretor artístico da Johann, Felipe Prazeres.