|

Clea Galhano e Rosana Lanzelotte / Foto: O’Brien

| Duas meninas encontram Bach – Rosana Lanzelotte e Clea Galhano fecham a temporada 2017 da Eva Klabin, no Rio

21/11/2017 - Por Luciana Medeiros

Com um clima natalino e uma homenagem a Helder Parente, a cravista e a flautista celebram também uma parceria pessoal e musical de mais de duas décadas

 

Quando a cravista Rosana Lanzelotte e a flautista Clea Galhano entrarem no palco da Casa Eva Klabin na Lagoa,  nessa quinta, 23 de novembro, estarão celebrando uma amizade musical e pessoal que remonta a 1994. Isso, apesar da distância geográfica: Clea, uma das autoridades em flauta doce no circuito barroco dos Estados Unidos, onde mora  desde 1985, conta rindo que conheceu Rosana através de sua sobrinha, em Saint-Paul, Minnesotta.

– Dei uma palestra sobre música barroca e uma menina de 8 anos se aproximou, dizendo que a tia dela tocava aquele instrumento, o cravo. Foi a ponte para nos conhecermos – rememora.

Foram quase incontáveis concertos pelo mundo desde então – em várias cidades dos Estados Unidos (“em Nova York, tocamos no Carnegie Hall”, lembra Rosana), Roma, Londres… e Rio de Janeiro, naturalmente.

– Em 2010, ganhamos uma peça de Villani-Côrtes que encerrou o projeto Música Brasilis daquele ano – lembra Rosana, que tem um CD todo dedicado a Bach (veja na discografia da cravista) . – Ele batizou o presente de Duas Meninas.

As Meninas, portanto, encerram a temporada 2017 da Casa Eva Klabin com um concerto inteiramente dedicado a Bach. A ideia é criar o ambiente natalino através da música do alemão e de textos do Advento, entremeando as peças.

– O Advento é o período que antecede o Natal e a Bíblia traz textos para cada dia – conta Rosana. – Pedi a D. Felix [do Mosteiro de São Bento] que selecionasse alguns desses textos. E vamos encerrar com Jesus Alegria dos Homens.

O recital, no qual Rosana toca um órgão barroco, ainda homenageia uma grande figura da música no Brasil, que se foi em 2017: Helder Parente, flautista, cantor e professor.

– Helder certamente estaria aqui conosco, falando os textos e participando do concerto – garantem as duas.

Para 2018, o plano do duo envolve a obra de Bach:

– Queremos gravar um DVD com esse repertório em uma igreja barroca de Minas Gerais.

Programa:
todas as obras são de J. S. Bach (1685 – 1750)
Trio sonata BWV 525 (original para órgão)
Coret auf, ruft uns die Stimme  BWV 140al Wach
Sonata BWV (original para violino e cravo)
Adagio – Allegro – Adagio ma non tanto – Allegro
Sonata BWV 1031
Allegro moderato – Siciliano – Allegro
Coral Jesus, alegria dos homens BWV 147

Serviço
23 de novembro, quinta-feira, às 20h30 – VISITA MEDIADA ÀS 19H
Fundação Eva Klabin – Av Epitácio Pessoa, 2480 – Rio de Janeiro – Tels: 3202-8550 | 3202-8554 | 3202-8555
INGRESSOS: R$ 50,00 INTEIRA | R$ 25,00 MEIA* (ACIMA DE 60 ANOS E ESTUDANTES)  *Necessária a comprovação do direito ao benefício da meia-entrada ou do desconto no acesso ao evento.
Ingressos à venda no site SYMPLA  ou na Casa Museu Eva Klabin, Av Epitácio Pessoa, 2480, de 9h às 18h.