|

Denise de Freitas (foto: Bruna Brandão); com a Filarmônica de Minas e Fabio Mechetti (foto: Eugenio Sávio)

| Denise de Freitas canta com a Filarmônica de Minas quinta (6) e sexta (7)

06/04/2017 - Por Luciana Medeiros

Mezzo-soprano interpreta peças de Respighi e de Manuel de Falla com regência de Fábio Mechetti. “Novo Mundo’ de Dvórak completa o programa

 

A paixão canta mais grave.  Na quinta e na sexta, dias 6 e 7 de abril, às 20h30, a mezzo – soprano paulistana Denise de Freiras sobe ao palco da Sala Minas Gerais para dar um mergulho nos sons profundos do amor sofrido em duas peças do século XIX, que abrem o programa da Filarmônica de Minas nas séries Presto e Veloce. A segunda parte do programa traz a conhecidíssima Sinfonia do Novo Mundo, de Dvórak. A regência é do titular do grupo mineiro, Fábio Mechetti, que estará ainda à frente dos Encontros Comentados, das 19h30 às 20h, em que debate com o público aspectos das obras apresentadas.

– Falar de amor é sempre dramático – avalia Denise, em conversa pelo telefone na saída do ensaio – São duas peças muito fortes e diferentes. Mas nas duas a gente tem que colocar carne e sangue.

Denise vai cantar Il tramonto, de Ottorino Respighi, (Itália, 1879 – 1936)  e o balé espanhol El amor brujo: Suíte, de Manuel de Falla (Espanha, 1876 – Argentina, 1946) . Para o maestro Mechetti, as duas peças são bem diferentes, embora contemporâneas – foram compostas em 1914/16 – e com temática parecida, a do amor.

– Na verdade, são duas peças totalmente contrastantes. A do Respighi é um trágico mais intimista, baseada no poema do Shelley. O original, inclusive, é para voz e quarteto de cordas. Eu fiz uma versão para orquestra de cordas, um pouco mais leve, mantendo a delicadeza do quarteto. A peça espanhola é também dramática, com uma pegada bem nacionalista. As canções são quase folclóricas. Recomendei à Denise que ela escutasse as gravações da Rocio Jurado, para cantar bem diferente. E a Denise tem muita versatilidade e inteligência artística.

A cantora concorda com a visão do maestro – e discorre sobre as peças na visão do estilo e desempenho vocal. Sobre a peça de Manuel de Falla, Denise se lançou numa  interpretação que remete às vozes da tradição espanhola.

– Já cantei algumas vezes El Amor Brujo com orquestra, que é muito quente e exige uma tessitura quase para contralto. São poucas as intervenções, essa peça era um balé. Eu ouvi muito as cantaoras, que fazem isso de maneira espetacular. Eu uso a impostação do lírico com uma interpretação quase do canto popular. Gostei, achei interessante.

Il tramonto, por sua vez, passeia pelo lirismo dos versos de Shelley mas também deixou a cantora  morta de paixão”.

– Bem, eu sou romântica – ela ri. – É uma ternura na harmonia, você sente que ele encaminha muito bem a voz para essa canção de muitas palavras, onde é importante falar o texto muito bem, manter a letra à flor dos lábios. A orquestração tem muitas nuances e imensa delicadeza.

Denise estará no elenco da montagem de Norma, de Bellini, no Palácio das Artes, que estreia dia 21, como Adalgisa. Seu calendário tem concertos de piano e voz pelo Brasil, com árias de ópera e o cabaré de Kurt Weill.

SERVIÇO

Série Presto – 6 de abril – 20h30 -Sala Minas Gerais
Série Veloce – 7 de abril – 20h30 – Sala Minas Gerais
Fabio Mechetti, regente
Denise de Freitas, mezzo-soprano

Programa:
RESPIGHI        Il tramonto
FALLA              El amor brujo: Suíte
DVORÁK        Sinfonia nº 9 em mi menor, op. 95, “Do Novo Mundo”
Ingressos: R$ 40 (Balcão Palco e Coro), R$ 50 (Mezanino), R$ 62 (Balcão Lateral), R$ 85 (Plateia Central) e R$ 105 (Balcão Principal).
Meia-entrada para estudantes, maiores de 60 anos, jovens de baixa renda e pessoas com deficiência, de acordo com a legislação. Informações: (31) 3219-9000 ou www.filarmonica.art.br

Funcionamento da bilheteria:
Sala Minas Gerais – Rua Tenente Brito Melo, 1090 – Bairro Barro Preto
De terça-feira a sexta-feira, das 12h às 21h.
Aos sábados, das 12h às 18h.
Em sábados de concerto, das 12h às 21h.
Em domingos de concerto, das 9h às 13h.
São aceitos cartões com as bandeiras Amex, Aura, Redecard, Diners, Elo, Hipercard, Mastercard, Redeshop, Visa e Visa Electron.