|

Virgínia, Lenora, Marcio, Leandro e Mario / Conjunto de Música Antiga da UFF - Foto: Divulgação

| Carnaval medieval abre temporada do grupo de Música Antiga da UFF no domingo (9)

08/04/2017 - Por Equipe Tutti

Canções da festa carnavalesca italiana no século XVI, que durava meses, estão no programa.

Um carnaval com carros alegóricos, paradas, competições,  encenações,  música e muita animação pelas ruas… não estamos falando do Rio de Janeiro, mas de cidades europeias na Idade Média. Mais: as festividades profanas duravam meses, do período pós natalino até 24 de junho, com um paradinha para a Quaresma.  É esse material que o grupo Música Antiga da UFF reuniu para a estreia de sua temporada 2017, nesse domingo, 9 de abril, às 10h30, no Cine Arte UFF, em Niterói.

– Na verdade, a ênfase do programa está na música florentina do carnaval medieval nos séculos XV e XVI – explica Lenora Pinto Mendes, integrante do grupo e uma das responsáveis pela pesquisa do repertório. – Lorenzo de Médici, da família de grandes mecenas, foi ele mesmo um artista, que assinou muitos dos cantos carnavalescos.

Lenora conta ainda que o carnaval de Florença foi abalado pela breve ascensão ao poder em 1454 do religioso Girolamo Savonarola (1452 – 1498), que tentou substituir os poemas profanos por letras sacras. Com a morte do padre, os Médici retomam o governo e tudo volta ao que era.

– Tocamos também peças do veneziano Adriano Banchieri, que criou madrigais narrativos; um deles, para a quinta-feira gorda, o que está nesse programa.

Música de troça, encenações, inversão de papeis (“faziam missa para um burro, por exemplo, com os fieis zurrando”,  diz a musicista) eram elementos do carnaval do período.  O grupo faz parte do departamento de Música da UFF.

– Nós nos dedicamos à pesquisa e à performance desse repertório que vai do século XII ao século XVII, pouco ou nunca tocado – diz Lenora, que toca  viola da gamba, flauta doce e krumhorn, um instrumento de sopro. Os outros integrantes do grupo são Leandro Mendes (flauta doce, charamela – um antepassado do oboé – e krumnhorn), Mario Orlando (viola da gamba, krumhorn, charamela), Márcio Paes Selles (sacabuxa – um antigo trombone) e Virgínia Van der Linden (flauta transversa, rauschpfeife). Os instrumentos são réplicas dos originais da Idade Média.

O grupo já tem datas de apresentação marcadas no primeiro semestre: dia 11 de maio, no Centro Cultural da Justiça Federal, no Centro do Rio; em Friburgo, dia 27 de maio; no Cine Arte UFF, dia 4 de junho; e no Espaço Cultural BNDES, no Centro do Rio, dia 14 de junho.

PROGRAMA

Cantos Carnavalescos

Pavana la força de Hercule – Anônimo séc. XVI
Per scriptores – Anônimo séc. XV
Siam galanti di Valenzia – Lorenzo di Medici (1449-1492)
Quant’e bela giovenezza – Lorenzo di Medici (1449-1492)
Dal lecto me levava – Michele Pesenti (1470-1524)
Medici nui siamo – Giovane da Nola (1510-1592)
Tri ciechi siamo – Giovane da Nola (1510-1592)
Pavana – Anônimo séc. XVI
Gagliarda la Gamba – Anônimo séc. XVI
Recercada VIII – Diego Ortiz (1510-1570)
Gagliarda La Traditora – Anônimo séc. XVI
La primavera – Anônimo séc. XVI
Visin, visin, visin – Anônimo séc. XVI
Gl’ Amanti moreschamo – Adriano Banchieri (1568-1634)
Madona nui sapimo – Giovane da Nola (1510-1592)
Mascherata D’Amanti – Adriano Banchieri (1568-1634)
Capriciata a tre você – Adriano Banchieri (1568-1634)
Contraponto bestialle ala mente – Adriano Banchieri (1568-1634)

9 de abril de 2017 – Domingo – 10h30
Cine Arte UFF – Rua Miguel de Frias, 9, Icaraí – Niterói/RJ
Ingressos: R$ 14 | R$ 7 (meia)
Classificação etária: Livre