|

| Beethoven para todos os sentidos em série de TV

21/12/2016 - Por Debora Ghivelder

A presença inequívoca de Beethoven garantiu sabor especial à série 'Sense 8', que ganha aguardado episódio especial de natal, nesta quinta

A Netflix apresenta nesta quinta, 23, o programa especial de Sense 8, a série produzida pelas irmãs Lilly e Lana Wachowski, que teve sua primeira temporada exibida em 2015. A segunda está prometida para estrear em 5 de maio próximo, com dez novos episódios. Este especial de natal tem o objetivo de relembrar o público da trama, dos personagens e suas múltiplas motivações e ainda preparar terreno para o que está por vir.

Um dos grandes trunfos de Sense 8, que contribuiu para embalar a história um tanto original – assim como as cenas de sexo que tanto marcaram a primeira temporada – é a excelente trilha sonora, com destaque para a presença do Concerto nº 5, para piano e orquestra, Imperador, de Beethoven, que marca a narrativa de forma surpreendente.

O Imperador está substancialmente presente no episódio 10, intitulado What is Human?. A suntuosa música do compositor alemão conduz toda a chamada Cena do Nascimento em que os oito personagens centrais lembram-se do momento em que vieram ao mundo. Por cerca de surpreendentes 10 minutos ininterruptos – de maneira rara ou nunca vista em uma narrativa televisiva – ouvimos o velho Ludwig em um de seus concertos campeões de bilheteria através dos séculos. A obra está entre as mais queridas de muita gente boa. Era o preferido da mestra Guiomar Novaes, por exemplo. E já liderou, por muitos anos, a lista de Nelson Freire. Depois o pianista transferiu sua preferência para o de número 4.

O Concerto para Piano e Orquestra nº 5, em Mi bemol Maior, Op. 73 foi o último de Beethoven, escrito em 1809 e estreou somente em novembro 1811, na Gewandhaus de Leipzig, tendo como solista Friedrich Schneider. Em Viena, a peça viria a ser tocada no ano seguinte pelo grande Carl Czerny, aluno e amigo de Beethoven.

Na mesma tonalidade da Sinfonia “Eroica”, o Imperador (um apelido que Beethoven não cunhou), além de grandioso, profundamente luminoso, é  –  segundo especialistas –  inovador no diálogo que estabelece entre a individualidade do piano e a orquestra. Ou seja, uma obra pioneira em seu tempo, exemplo ímpar do espírito de seu criador, serve de sustentação a uma  inventiva maneira de se contar uma história na TV, como faz o episódio 10 de Sense 8.

Não é apenas neste episódio, porém, que o Imperador integra a trilha. Ele está também presente no terceiro capítulo, intitulado Smart Money on the Skinny Bitch e ainda no sétimo, chamado WWN Double -D?. A trilha da série contempla, ainda, o repertório clássico com a Sonata de Haydn, nº 58, interpretada pela pianista sul-coreana Yeol Eum Son.

No trailer que foi disponibilizado com a chamada do episódio especial desta noite, o que se ouve tocar embalando a ação é Halleluja!, de Leonard Cohen.  Agora é esperar e ver o que mais as irmãs Wachawski (nascidos Laurence e Andy, transformados em Lilly e Lana) reservam aos ouvidos do público.